Facebook Instagram Twitter YouTube

Unesco designa Missões de San Antonio, no Texas, como Patrimônio Mundial

Unesco designa Misses de San Antonio, no Texas, como Patrimnio Mundial

A espera finalmente acabou! As Missões de San Antonio foram oficialmente designadas como Patrimônio Mundial da Unesco. A decisão foi anunciada neste domingo (5) em uma reunião anual do comitê de Patrimônio Mundial da Unesco em Bonn, na Alemanha. Integrando uma lista que conta com apenas 22 marcos dos Estados Unidos, as cinco missões – incluindo o Álamo – assumem seu lugar entre outros grandes símbolos históricos e culturais norte-americanos, como a Estátua da Liberdade e o Independence Hall, além de tesouros nacionais como o Grand Canyon e maravilhas do mundo como a Grande Muralha da China. Maior coleção de arquitetura colonial espanhola na América do Norte, as Missões são a terceira designação nos EUA nos últimos 20 anos.

As Missões de San Antonio simbolizam um tempo em que o mundo estava em expansão, as culturas se entrelaçavam e o panorama mundial seria completamente modificado. É tempo de “Remember the Alamo” (Lembre-se do Álamo), a primeira missão de San Antonio.

“Os Estados Unidos contam com uma poderosa e rica história que engloba uma variedade de pessoas, crenças e experiências. As Missões de San Antonio representam um importante elemento de nossa história e a designação de Patrimônio Mundial permitirá que elas sejam compartilhadas não apenas dentro dos EUA, mas com a comunidade global”, afirma Crystal Nix-Hines, embaixadora dos EUA e Representante Permanente da Unesco.

Susan Snow, arqueóloga do Parque Histórico Nacional das Missões de San Antonio, coordena os esforços da comunidade para garantir o status de Patrimônio Mundial desde 2007. “As Missões de San Antonio são uma representação tangível de tudo o que era necessário para o funcionamento de um sistema de missões coloniais espanholas – tudo isso em uma curta caminhada ao longo do Rio San Antonio. Estas Missões são um exemplo vivo das trocas culturais entre as influências indígenas, espanholas e mexicanas, entre outras, que formam a região sul do Texas. O resultado deste intercâmbio cultural é a essência do grande caldeirão dos Estados Unidos”, conta.

“As Missões de San Antonio são a história viva das pessoas e culturas que moldaram San Antonio e os Estados Unidos”, disse Casandra Matej, diretora-executiva do San Antonio Convention & Visitors Bureau. “Hoje, esta é uma experiência transformadora que acolhe os visitantes em uma comunidade em que a história é reverenciada, as paróquias católicas ainda servem os descendentes das congregações originais e a preservação é de máxima importância.”

 

História das Missões

Maior conjunto arquitetônico colonial da América do Norte, Missão Concepción, Missão San José, Missão San Juan, Missão Espada e Missão San Antonio de Valero (o Álamo) foram construídas no início do século 18 para converter nativos norte-americanos ao cristianismo e, também, para manter o território sob domínio espanhol.

Construídas nos dois lados das margens do Rio San Antonio, as cinco missões ficam próximas umas das outras, espalhadas por pouco mais de 11 km. Elas foram essenciais ao patrimônio e à história icônica do Texas com suas acéquias, campos, ranchos e comunidades fortificadas. Povos indígenas e pessoas do Império Espanhol na Nova Espanha foram unidos para compartilhar tecnologia, arte e cultura. As Missões também exerceram um papel importante na história inicial do México e na luta pela independência do Texas. Estas contribuições ainda podem ser vistas no traçado das ruas e dos bairros de San Antonio.

As Missões sobreviveram por décadas, criando uma mistura cultural única entre tradições indígenas e os recém-adotados costumes espanhóis. Igualmente, elas moldaram a personalidade de San Antonio, atualmente a sétima maior cidade do país, como um grande caldeirão de culturas latina, nativa norte-americana e ocidental.

 

A influência das Missões de San Antonio hoje

Como todos patrimônios históricos protegidos, as Missões recebem milhões de visitantes por ano. Todas, com exceção do Álamo, ainda são paróquias católicas ativas, algumas com descendentes de congregados originais.

Há várias maneiras de imersão na cultura colonial espanhola, seja assistindo a uma missa mariachi, visitando as Missões ou participando de tours autoguiados.

 

River Walk

As Missões são agora interligadas pelo recém-expandido River Walk, trajeto que passa por toda a borda do Rio San Antonio e conecta grande parte da história da cidade a hotéis, restaurantes e teatros, entre outros. Após uma renovação de US$ 358 milhões que expandiu os antigos 4,8 km para mais de 24 km, os visitantes podem aproveitar para caminhar ou pedalar de missão a missão, como também usar caiaque em algumas partes do rio.

 

Um tour de 300 anos

Com suas fachadas de calcário e suas torres de sino fascinantes, as Missões dão vida a um tempo passado. Todas são gratuitas e abertas ao público. Os tours permitem aos visitantes andar nos terrenos históricos e explorar quarteirões e igrejas, enquanto escutam histórias de séculos passados contadas por guardas do parque treinados.

 

Museu e Filme Premiado

A Missão San José, mais conhecida como “a Rainha das Missões”, é o ponto de partida ideal. Seu museu exibe artefatos que explicam as diversas tarefas que existiam dentro das missões espanholas. No teatro, é apresentado o premiado filme Gente de Razón a cada meia hora. Ele conta a história dos nativos norte-americanos do sul do Texas no século 18, seus papéis na colonização da Nova Espanha e os impactos das missões espanholas.

 

Revivendo a História do Álamo

O famoso Álamo oferece um icônico santuário, o Long Barracks Museum, guias de áudio e diversas construções históricas. Demonstrações históricas e encenações de batalhas também têm papel fundamental nas propostas educativas do Álamo atualmente.



Compartilhar no Twitter

Publicidade