Facebook Instagram Twitter YouTube

Cidades britânicas na vanguarda da arte contemporânea

2 3

Os visitantes do Reino Unido vão descobrir que o destino está repleto de galerias de arte contemporânea. Além da animada cena artística londrina, existem galerias e feiras de arte moderna para explorar em diversas cidades da Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte. Há muitos espaços culturais para visitar, veja abaixo alguns destaques.

 

LONDRES, INGLATERRA

A capital é um centro cultural, não só da Grã-Bretanha, mas do mundo. A primeira parada na programação de diversos visitantes, sejam amantes da arte ou turistas, é aTate Modern. A antiga usina elétrica foi inaugurada como galeria de arte contemporânea em 2000 e, a partir de então, já recebeu mais de 40 milhões de pessoas. O imponente Turbine Hall (Sala da Turbina) contribui para uma entrada impressionante desde que uma enorme escultura de aranha, intitulada Maman, foi colocada ali, em 2000. A obra é de autoria da artista Louise Bourgeois. A galeria está passando por uma expansão com a abertura dos antigos tanques de óleo do prédio, que serão dedicados à arte performática – a primeira desse tipo no mundo. A entrada na galeria é gratuita para o acervo fixo, mas as exposições são pagas. No momento está em cartaz The EY Exhibition: Paul Kleewww.tate.org.uk

A Galeria Saatchi é um dos espaços de arte moderna mais agitados de Londres. Apresenta obras de artistas jovens praticamente desconhecidos ou de artistas internacionais cuja obra nunca foi vista na Grã-Bretanha. A galeria foi aberta pelo magnata da publicidade e colecionador de arte Charles Saatchi em 1985, e exerce grande influência na arte contemporânea britânica desde então. Em 2008 a galeria se mudou de County Hall, em South Bank, para um prédio de 6.500 metros quadrados construído especialmente para isso na Kings Road em Chelsea, área anteriormente mais conhecida por suas lojas e restaurantes sofisticados que pela arte de vanguarda.www.saatchigallery.com

ICA (Instituto de Arte Contemporânea, na sigla em inglês) também está entre os espaços mais interessantes da capital e, embora exista há bem mais tempo que a Tate Modern e a Galeria Saatchi, ainda se mantém moderno e especial. Foi idealizado por um grupo de artistas e escritores radicais na década de 1940 como um “espaço para a prática de arte experimental e desafiadora”. Em uma localização inigualável no The Mall (a poucos metros do Palácio de Buckingham e de Piccadilly), o ICA se considera o “lar da vanguarda britânica” e sedia exposições gratuitas, eventos noturnos (muitos envolvendo DJs e pista de dança até tarde da noite), além de ter um cinema que exibe filmes de arte. www.ica.org.uk

Galeria Whitechapel, situada no que agora é um dos bairros mais modernos de Londres, o East End, foi fundada em 1901. A galeria exibe obras de artistas contemporâneos britânicos e internacionais. Em seus primórdios exibiu em primeira mão obras de artistas como Pablo Picasso, Jackson Pollock e Frida Kahlo e, mais recentemente, fez o mesmo com Lucien Freud, Gilbert & George e Sophie Calle.www.whitechapelgallery.org

LIVERPOOL, NOROESTE DA INGLATERRA 

A “Tate do Norte”, Tate Liverpool, fica em um depósito desocupado no histórico Albert Dock. A galeria foi inaugurada em maio de 1988 e 20 anos depois, quando Liverpool foi escolhida como a Capital Europeia da Cultura de 2008, sediou o Turner Prize, na primeira vez em que a premiação saiu de Londres. Atualmente exibe Art Turning Left: How Values Changed Making 1789-2013, em cartaz até fevereiro de 2014.www.tate.org.uk/whats-on/tate-liverpool

A cidade também sedia o maior festival de arte contemporânea do Reino Unido, aLiverpool Biennial, que domina a cidade por dez semanas a cada dois anos. É a oportunidade de sair em uma verdadeira caça ao tesouro pela cidade e descobrir locais incomuns e inesperados por meio da arte. O festival atrai mais de 600 mil visitantes a cada edição. A oitava edição será de 5 de julho a 26 de outubro deste ano.http://liverpoolbiennial.co.uk

Liverpool fica a apenas duas horas de trem de Londres. Consultewww.visitliverpool.com para obter mais informações sobre a cidade.

NEWCASTLE/GATESHEAD, NORDESTE DA INGLATERRA

Desde que “abriu as asas” em fevereiro de 1998, The Angel of the North do artista Antony Gormley se tornou uma das obras de arte públicas mais comentadas da Grã-Bretanha. Erguendo-se a 20 metros do chão perto da estrada A1 em Gateshead, o Anjo domina o horizonte, encantando todos que vão vê-lo. É feito de 200 toneladas de aço, com envergadura de 54 metros e uma cor vermelho-amarronzada proveniente do aço corten que resiste a ventos de mais de 160 quilômetros por hora.

BALTIC Centre for Contemporary Art fica no que antes era um moinho de trigo e foi o primeiro local fora de Londres além da Tate a sediar o Turner Prize, em 2011. Realiza regularmente exposições de importantes artistas contemporâneos como Damien Hirst e Yoko Ono. www.balticmill.com

Um tipo muito diferente de centro de arte, as galerias The Outsiders, com endereços em Londres e Newcastle, estão lá “para tornar a aquisição e a coleção de arte acessíveis e baratas”. The Outsiders mostra 20 expositores por ano, muitos dos quais aperfeiçoaram sua arte por meio de grafite, design e ilustração. São descritos pela galeria como “normalmente autodidatas, muitas vezes rejeitados pelo mundo artístico”.www.theoutsiders.net

Também há o Vale de Ouseburn, ao leste de Newcastle Quayside e a dez minutos de caminhada do centro da cidade. Ele abriga várias galerias, desde as grandes, comoThe Biscuit Factory, a maior galeria de arte independente britânica, às pequenas, que têm seu momento de destaque no evento anual Ouseburn Open Studios. O evento de fim de semana permite que artistas abram seus estúdios ao público, que em troca pode comprar ou encomendar obras. A área abriga a Northern Print, galeria e estúdio dedicado a gravuras. Visite também o independente Star and Shadow Cinema, administrado por voluntários, que exibe filmes fora do circuito e é ponto de encontro do pessoal das artes. www.thebiscuitfactory.comwww.northernprint.org.uk,www.starandshadow.org.uk

Newcastle fica a três horas de trem de Londres. A cidade também tem seu próprio aeroporto, atendido por empresas aéreas europeias e algumas de longa distância. Visite www.newcastlegateshead.org.uk para obter mais informações. 

BIRMINGHAM, REGIÃO CENTRAL DA INGLATERRA 

The Custard Factory é um agrupamento de fábricas centenárias muito bem restauradas – construídas por Sir Alfred Bird, inventor do creme de gemas pronto – que foram transformadas em uma região de artes pioneiras no coração do centro da cidade de Birmingham. Muitos artistas vivem nessa área e todo o complexo abriga uma comunidade de mais de 500 artistas e pequenas empresas, estúdios, teatro, cafés, antiquários, estúdios de dança, galerias de arte, restaurantes e bares; todos criando um próspero bairro artístico. www.custardfactory.co.uk

Birmingham fica a menos de 90 minutos de trem da estação de Euston de Londres. A cidade também tem um aeroporto que atende a Europa. Consultewww.visitbirmingham.com para obter mais informações.

MARGATE, KENT, SUDESTE DA INGLATERRA 

Muitos visitantes internacionais não sabem onde fica ou o que é Margate. Conhecida pelos britânicos como um dos destinos de férias preferidos no passado, a cidade litorânea foi deixada de lado quando pacotes de férias para o Mediterrâneo se popularizaram e ofuscaram sua glória. Agora ela voltou ao centro das atenções graças à Turner Contemporary. A galeria de frente para o mar foi projetada pela David Chipperfield Architects e inaugurada em 2011. Seu nome é uma homenagem ao famoso artista britânico JMW Turner, visitante habitual de Margate. A galeria recebeu excelentes avaliações desde a inauguração e sediou grandes exposições como a de Tracey Emin – nativa de Margate. www.turnercontemporary.org

HASTINGS, EAST SUSSEX, SUDESTE DA INGLATERRA 

Hastings talvez seja mais conhecida como local da batalha de 1066 que fez a Inglaterra cair sob domínio normando, mas também é uma charmosa cidade litorânea, lar daGaleria Jerwood. Aninhada entre as emblemáticas cabanas de pescador da cidade e o centro histórico, a galeria foi criada para ser o lar público e permanente de arte moderna britânica do acervo da Fundação Jerwood. Há 200 pinturas a óleo em exibição, abrangendo obras figurativas e abstratas do período entre a Primeira Guerra Mundial e os anos 1960, e inclui obras de L.S. Lowry, Sir Stanley Spencer e Walter Sickert. www.jerwoodgallery.org 

Hastings fica a 90 minutos tanto de carro quanto de trem partindo de Londres.

GLASGOW, ESCÓCIA 

Alguns dizem que enquanto Edimburgo é a mais grandiosa e a mais bela das duas principais cidades da Escócia, o encanto de Glasgow reside em sua aparência mais acessível, seus tesouros ocultos e um charme mais impetuoso. É uma cidade incrivelmente elegante em alguns locais, com a arquitetura gótica ao redor do West End, especialmente na universidade, e projetos arquitetônicos de Charles Rennie Mackintosh espalhados por toda parte. O caráter mais moderno de Glasgow faz dela o local ideal para o surgimento de galerias de arte contemporânea e para artistas prosperarem. A Escola de Arte de Glasgow é onde você encontrará muitos artistas do futuro experimentando e expondo; muitos estudantes participam das visitas guiadas pelos prédios projetados por Mackintosh e pela própria cidade, que contam sua história passada e presente com entusiasmo contagiante. Em seguida, você pode consultar o fantástico mapa de arte GRID, que lista todos os museus e galerias em Glasgow e Edimburgo, e também informa o que está em cartaz no circuito artístico e cultural.

Um lugar que certamente merece ser visitado é Tramway, que sediará o Turner Prize em 2015. Também merecem atenção o Trongate 103, um prédio eduardiano de seis andares repleto de diversas organizações criativas, que sediam noites originais de arte e cultura toda primeira quinta-feira do mês. www.gsa.ac.ukwww.gridartmap.com,www.tramway.orgwww.trongate103.com

Consulte www.visitscotland.com para obter mais informações sobre a Escócia.

CARDIFF, PAÍS DE GALES

A capital galesa sedia a Artes Mundi, que ocorre por 12 semanas no National Museum of Art a cada dois anos. Estabelecida em 2003, a Artes Mundi apoia artistas visuais contemporâneos inovadores de todo o mundo, que competem a cada dois anos por 40 mil libras (cerca de R$ 156 mil), um dos maiores prêmios em dinheiro em disputa no mundo das artes. Se quiser conhecer artistas galeses ou que vivem no País de Gales, a Galeria Martin Tinney exibe obras dos mais importantes nomes em atividade e também há a Craft in the Bay na Baía de Cardiff, onde se pode comprar artesanato contemporâneo feito pelos membros da Makers Guild, de joias a encadernação. Também na capital fica The Albany Gallery, uma das galerias particulares mais antigas do País de Gales; seu programa mensal de exposições dos principais artistas galeses e britânicos oferece uma amostra de exposições individuais e coletivas em diversas mídias. www.artwales.comwww.makersguildinwales.org.ukwww.albanygallery.com

Consulte www.visitwales.com para obter mais informações sobre o País de Gales.

BELFAST, IRLANDA DO NORTE 

Belfast é uma cidade que passou por uma verdadeira transformação recentemente, e parte da mudança ocorreu quando o MAC chegou em 2012. O novo espaço artístico, situado em uma praça dotada de alguns restaurantes fabulosos no moderno Cathedral Quarter, é divertido, original e um programa imperdível para pessoas que gostam de novidades e estão de passagem pela cidade. Trata-se de um espaço artístico inovador que combinou uma exposição de Andy Warhol com uma noite do Studio 54 para acompanhar o espetáculo e com a recriação de filmes de Warhol ao vivo no Gob Squad Kitchen, o que dá uma ideia da abordagem inovadora da curadoria do espaço. O MAC também abriga uma simpática lanchonete e café, que entrou na lista dos 50 melhores cafés da Grã-Bretanha, compilada pelo Independent. http://themaclive.com

Consulte www.discovernorthernireland.com para obter mais informações sobre a Irlanda do Norte.

DATAS IMPORTANTES DA ARTE COMTEMPORÂNEA 

Turner Prize - Prêmio anual entregue sempre no mês de dezembro a artistas britânicos abaixo dos 50 anos de idade; sempre recebe muita atenção e gera debates calorosos quando a lista é anunciada em outubro. A exposição ocorre de outubro a janeiro.www.tate.org.uk

Frieze Art Fair – Uma das únicas feiras de arte centradas apenas em arte contemporânea e artistas vivos, a Frieze é realizada em uma estrutura temporária especial no Regent’s Park, transformando a área verde em uma aglomeração de artistas, compradores e curiosos. Ocorre de 16 a 19 de outubro de 2014.http://friezelondon.com

Art14 – Uma novata no mundo das feiras de arte, a Art13 recebeu quase 25 mil pessoas em sua primeira edição, que ocorreu no Olympia Grand Hall em Kensington. A Art14 London volta ao Olympia Grand Hall de Londres entre os dias 28 de fevereiro e 2 de março. http://artfairslondon.com



Compartilhar no Twitter

Publicidade